1. Para que todos possam entender a importância que a Promodança tem no cenário da dança no estado de São Paulo, sua projeção para todo país e até mesmo fora dele, é necessário frisar cronologicamente as ações e projetos que nos diferenciaram entre todas as outras. Temos uma longa historia a ser contata. Agimos e interferirmos em conceitos e concepções que existiam. Transformamos modelos, acrescentamos conceitos, mudamos atitudes, revelamos nomes e consagramos outros, sem esquecer o primordial em nossos objetivos: disciplina, respeito e hierarquia.
    A Promodança inicia seus trabalhos na cidade de São Paulo num momento em que a dança era apresentada em festivais por alunos com idade a partir de 15 anos. Era, porque a partir de março de 1989, nós mudamos este conceito, e foi onde tudo começou...

    1989 – PRÊMIO ROMMEL & HALPE PARA A DANÇA INFANTIL

    Concebido em março, mas realizado em abril, o festival era dirigido especialmente para crianças e o projeto foi apresentado a ROMMEL & HALPE, que prontamente aprovou o projeto incluindo assim o nome da empresa no título do mesmo.
    A princípio o prêmio foi idealizado em uma única categoria com participantes de 07 a 15 anos concorrendo somente em conjuntos. Como categoria única provocou alguns contratempos e “injustiças de comparações” causadas pela desigualdade nas idades. A pedido dos diretores, coreógrafos e da mesa julgadora, e comprovando tais ineficiências, a Promodança, a partir do ano seguinte, já apresentava o PRÊMIO INFANTIL, agora em duas categorias distintas.
    A primeira edição do PRÊMIO ROMMEL & HALPE PARA A DANÇA INFANTIL foi realizada no Teatro Dias Gomes, em São Paulo. A aceitação de participação foi tamanha, que foi necessário realizar uma eliminatória, que teve a duração uma semana (segunda a domingo) e a final prevista para mais um fim de semana, com datas para 22 e 23 de abril. Na cerimônia de premiação, a abertura fica a cargo da WATT`S Cia de Dança.
    Sendo o seu primeiro evento, a PROMODANÇA apresentou algumas características que viriam a diferencia-la das outras produtoras de dança, tais como:
    -Havia certa teatralidade nas aberturas, com efeitos visuais e musica tema, o que de imediato, deixa o ambiente mais tranquilo e alegre;
    -Mesmo sendo um evento competitivo, ele tinha a característica de uma grande festividade, onde a competição em si era deixada em segundo plano e a rivalidade entre os concorrentes, na sua grande maioria, era amenizadas. Platéia e concorrentes era colocados lado a lado, e principalmente não havia distancia entre Jurados e diretores das escolas participantes.
    - Para diminuir a frieza de uma “competição” criou-se o prêmio DESTAQUE DE COREOGRAFIA, ou seja, cada trabalho apresentado teria um DESTAQUE PREMIADO, onde a criança recebia um CERTIFICADO e um produto do patrocinador.
    - A maneira como os trabalhos eram conduzidos, a transparência que envolvia escolas, produtora e jurados, e o cumprimento das normas que regulamentava o festival foram fatores marcantes e decisivos para o sucesso e sua continuação.

    O PRÊMIO ROMMEL & HALPE PARA A DANÇA INFANTIL em seu primeiro ano, foi realizado nas cidades de São Paulo (Teatro Dias Gomes) Batatais (Teatro Municipal) e em Mogi das Cruzes, na sua fase de concurso, sendo que a entrega de prêmios ocorreu no Auditório Armando de Re na cidade de Suzano.






    Estes PRÊMIOS REGIONAIS tinham uma grande final então denominada PRÊMIO MASTER PARA DANÇA INFANTIL, que em última análise, reunia os trabalhos vencedores em duas categorias: MASTER OURO (concorria somente o primeiro lugar) e MASTER PRATA (concorrentes que obtiveram da segunda a quinta colocação). Aos grupos vencedores era concedida a ESTRELA MASTER. A partir daí esses grupos iriam assumir uma serie de compromissos junto a PROMODANÇA, entre eles a abertura de festivais regionais, na qualidade de grupo vencedor do MASTER INFANTIL.

    O sucesso e a repercussão do Prêmio Rommel & Halpe infantil foi tão intensa que surpreendeu a todos nós, organização e patrocinador, onde recebíamos convites de varias partes do Estado de São Paulo, e também fora dele, para levarmos a realização do evento.

    Como base dos resultados e aprendizados na realização do PRÊMIO ROMMEL & HALPE PARA A DANÇA INFANTIL, a PROMODANÇA apresenta ainda no ano de 1989 mais duas novidades para a dança no Estado de São Paulo: o BABY ENCONTRA A DANÇA... PRIMEIROS PASSOS (dedicado exclusivamente a categoria Baby Class) e o FESTIVAL ROMMEL & HALPE PARA SOLOS, PAS-DE-DEUX e DUOS, festival este que dá origem ao TÍTULO DE PRIMEIROS BAILARINOS PROMODANÇA, projetando a Promodança para todo o país.

  2. 1989


    Criado o PRÊMIO ROMMEL & HALPE PARA A DANÇA INFANTIL Cidades: São Paulo, Batatais e Mogi das Cruzes (premiação feita em Suzano)

    Criado o BABY ENCONTRA A DANÇA... PRIMEIROS PASSOS -Somente na cidade de São Paulo

    Criado o FESTIVAL ROMMEL & HALPE PARA SOLOS PAS DE DEUX E DUOS
    - Neste festival são concedidos os TÍTULOS DE PRIMEIROS BAILARINOS PROMODANÇA

    Criado o PRÊMIO MASTER PARA A DANÇA INFANTL
    -Sua primeira versão para Ouro e Prata - Teatro Dias Gomes

    ANDREZA RANDISEK recebe o Título de Primeira Bailarina Infantil.

    DANIEL DE CARVALHO recebe o Título de Primeiro Bailarino Infantil.

  3. 1990


    - O Prêmio Rommel & Halpe para a Dança Infantil foi realizado em: Ribeirão Preto, São Paulo, Suzano, São Caetano do Sul e Barra Bonita.

    - Criado o curso de Formação para Professores de Lambada, sob a direção de Caio Augusto, diretor do Grupo Luau e 25ª Hora Lambateria.

    - Lançamento do INFORMATIVO CULTURAL PROMODANÇA, impresso mensal formato tabloide

    - ANDREZA RANDISEK (Grupo Especial –SP) recebe pelo segundo ano consecutivo o Título de 1ª Bailarina Infantil.

    - SAULO FUJITA (Verônica Ballet –SP) recebe o Título de Primeiro Bailarino Infantil.

    O Prêmio Master para a Dança Infantil foi realizado n o Teatro Paulo Machado de Carvalho em São Caetano do Sul.

    - Criado o Festival Anual do Teatro Dias Gomes (SP)

    - Criado o concurso Prêmio Jovem Pesquisador dos Clássicos, cujo tema foi “O Lago dos Cisnes”.

  4. 1991

    Passado três anos de trabalhos realizados, as nossas “crianças” foram crescendo a muitas delas atingiam a idade dos 16 anos, e nós não tínhamos, até então, a oferecer a estes jovens. Pensando neles e na continuidade dos trabalhos, intervenções seriam feitas no formado de festivais. Trouxemos neste ano novidades com grande repercussão nacional para o cenário da dança.
    Em festivais específicos, incluímos as categorias do Pre-Amador ao Profissional.

    - Criado o CAPEZIO DANCE FESTIVAL (abril) realizado no Teatro Paulo Machado de Carvalho. Festival destinado exclusivamente as áreas clássicas, onde as categorias vão do infantil ao profissional. Foi o primeiro festival conceder prêmio em dinheiro.

    - Realizada primeira palestra sobre DIDATICA DE ANATOMIA DA DANÇA, com o Dr. Joaquim Maluff (junho).

    -O PRÊMIO ROMMEL & HALPE PARA DANÇA INFANTIL foi realizado em Porto Alegre (RS) em parceria com a ASDGADAN (Associação Gaúcha de Dança) no mês de setembro.

    - Com a mesma preocupação, formato das categorias e com premiação em dinheiro, foi criado do SÃO PAULO JAZZ DANÇA dedicado a todas as áreas não clássicas da dança. Outro marco da dança no nosso Estado com repercussão por todo o Brasil.

    - ANDREZA RANDISEK (Grupo Especial –SP) recebe, pelo terceiro ano consecutivo, o Título de Primeira Bailarina Infantil.

    - SAULO FUJITA (Verônica Ballet-SP) recebe, pelo segundo ao consecutivo, o Título de Primeiro Bailarino Infantil.

  5. 1992

    - ANDREZA RANDISEK (Grupo Especial –SP) despede-se do Título de Primeira Bailarina Infantil. Por ter conquistado o Título por três anos consecutivos, foi lhe concedido o Título de Permanente de Primeira Bailarina - “Etoile Promodança” -
    - DUDA BRAZ (Ballet Katia Rocha – SP) recebe o Título de Primeira Bailarina Infantil.
    - SAULO FUJITA (Verônica BALLET-SP) recebe, pelo terceiro ano consecutivo, o Título de Primeiro Bailarino Infantil.

  6. 1993

    - DUDA BRAZ (Ballet Katia Rocha – SP) recebe o Título de Primeira Bailarina Infantil pelo segundo ano consecutivo.
    - Realizado o CAPEZIO DANCE FESTIVAL, no teatro Sergio Cardoso - SP
    - Criado o prêmio PERSONALIDADES DO BALLET – Melhores do Ano, concedido através de pesquisa com a classe, baseado nos trabalhos do ano anterior. Premiados no ano de 1992, no Teatro Nossa Senhora Menina- SP (novembro).

  7. 1994

    - DUDA BRAZ (Ballet Katia Rocha – SP) despede-se do título de Primeira Bailarina Infantil
    -O Festival de Revelações Solos a Cinq passa a ter a categoria Sênior
    - Criado o Projeto Quartas da Dança, sediado nos Teatros Municipais de São Paulo, estreando no mês de abril nos teatros Arthur Azevedo e TBC
    -Criado o FESTIVAL NACIONAL TAP & CARATER, realizado no Teatro N.Sra Menina no mês de agosto
    -Realizado o I CURSO METODOLOGICO PARA PROFISSIONAIS, ano preliminar com base na Escola Russa, curso criado e dirigido por Sacha Svetoff

  8. 1995

    - Criado o GRAND PRIX BRASIL DE DANÇA , estreia no Teatro N.Sra Menina (SP)
    - Concedido o prêmio PERSONALIDADES DO BALLET – MELHORES DO ANO DE 1994, no teatro Nossa Sra. Menina
    - Criado o FESTIVAL CLASSICO DE SÃO PAULO, realizado do junho no Teatro Paulo Machado de Carvalho em São Caetano do Sul
    - DENISE SIQUEIRA, recebe o título de PRIMEIRA BAILARINA INFANTIL, pela academia Raça e Magia - SP

  9. 1996

    - Criada a MOSTRA PREMIATIVA TRADISITON DANSE
    - Concedido o prêmio PERSONALIDADES DO BALLET – MELHORES DO ANO DE 1995, no teatro Nossa Sra. Menina
    - Criado o FESTIVAL CIDADE DE PIRASSUNUNGA
    - VANESSA DUARTE (Bale Jovem Ali Jose) - Recebe o Título de 1ª Bailarina Promodança Junior (nova denominação para categoria infantil
    - Assinada a parceria da PROMODANÇA com a TRADITION DANSE

  10. 1997

    - Estreia nacional da criação do projeto Cia ESTAVEL PROMODANÇA – Teatro Nossa Senhora Menina – SP dias 11,12 e 13 de abril, sob a direção de JAIR MORAES assistência de VALERIA MATTOS com coreografias originais de EDUARDO BONNIS e FERNANDA CHAMMA
    - Concedido o prêmio PERSONALIDADES DO BALLET – MELHORES DO ANO DE 1996, no teatro Nossa Sra. Menina
    - DENISE SIQUEIRA (Academia Raça e Magia) - Recebe o Título de 1ª Bailarina Promodança Sênior
    - CRISTINA SHIMIZU (Pavilhão D-SP) - Recebe o Título de 1ª Bailarina Promodança Junior
    - Criado o TRADITION DANSE FESTIVAL, para as áreas clássicas
    - Criado a Gala Promodança - Melhores do Ano: Através dos festivais da Promodança

  11. 1998

    - Criado a revista 04 ARTES MAGAZINE - capa Denise Siqueira
    - Concedido o prêmio PERSONALIDADES DO BALLET – MELHORES DO ANO DE 1997, no teatro Nossa Sra. Menina
    - Criado o MINAS DANCE FESTIVAL - Teatro Casanova - Belo Horizonte, realizado no mês de maio

  12. 1999

    - Concedido o prêmio PERSONALIDADES DO BALLET – MELHORES DO ANO DE 1998, no teatro Nossa Sra. Menina.
    - KAROLINE KAMEIO – Recebe o Título de 1ª Bailarina Junior, mas não do seguimento ao Título

  13. 2017

    - A CIA ESTAVEL PROMODANÇA temporada 2017, foi realizada na cidade de Marília, sob direção artística em repertório assinada por Valeria Mattos. (janeiro)
    *Contou com a participação especial de LARISSA GUERRA (Ballet Missiones – Argentina) no papel de “Fada Açucarada” na suíte de “O Quebra Nozes".
    **Criado o núcleo PRE JUNIOR com aulas e coreografias próprias

    - Realizada a 1ª GALA INTERNACIONAL PROMODANÇA – MISSIONES, na cidade de Possadas – Missiones – Argentina, no Teatro Lírico do Centro Del Conocimiento, no mês de março, reunindo coreografias premiadas no Prêmio Garça em Danças 2016.

    - Criado o FESTIVAL CARAGUA EM DANÇAS, Teatro Mario Covas, mês de junho.

    - Criado o FESTIVAL INTERNACIONAL DANÇAR A VIDA MARILIA em parceria com a Prefeitura Municipal de Marilia (Secretaria de Cultura) no mês de julho. O Festival concedeu total de prêmios de R$ 30.000,00, sendo R$ 20.000,00 em dinheiro e R$ 10.000,00 em artigos da Capezio do Brasil
    *Assinado contrato de parceria com BARCELONA DANCE CENTER, com a presença da Sra. Gina Rigola, diretora do Instituto.

    - ANNA BEATRIZ F. SILVA, recebe do Título de 1ª Bailarina Junior Regional 2017 pela Academia Forma Física de Igaraçu do Tiete (agosto)

    - LIVIA PINHO, recebe o Titulo de 1ª Bailarina Sênior Capezio 2017, pela Gisele Bellot Escola de Dança - SP (setembro)

    -JEAN LINCOLN, recebe o Título de 1º Bailarino Sênior Capezio 2017, pela Gisele Bellot Escola de Dança - SP (setembro)

    -CAROL LOUISE, recebe o Título de 1ª Bailarina Junior Capezio 2017, pelo Studio Marcia Belarmino- Suzano (setembro)

    - BEATRIZ FAUSTINO, recebe o Título de ETOILE JUNIOR, pelo Studio Marcia Belarmino – Suzano (outubro)

    - ISABELLA BELLOTTI, recebe pelo segundo ano consecutivo o Título de 1ª Bailarina Junior Estadual, pelo Ballet Adriana Assaf –SP (outubro)

    - DIEGO AZEVEDO, recebe o Título de 1º Bailarino Sênior Estadual, pela Academia Narcisa Coelho - SP (outubro)

    - Retomado o PROJETO DANÇANDO NO SHOPPING, com atividades no ATRIUM SHOPPING em Santo André e ITAQUA GARDEM em Itaquaquecetuba (novembro e dezembro)